domingo, 5 de janeiro de 2014

Morre Eusébio, uma das lendas do futebol Mundial em todos os tempos

O ex-atacante de futebol Eusébio, maior jogador da história de Portugal, morreu neste domingo em Lisboa, aos 71 anos.

O ex-craque, que havia sofrido um AVC em 2012 e desde então vinha apresentando complicações cardiorrespiratórias, teve uma parada cardíaca e não resistiu.
Pelé com Eusébio em 1963, ninguém chegou tão perto de ser como o Rei
Eusébio da Silva Ferreira nasceu em Moçambique em 1942, ainda quando o país africano era colônia de Portugal. Ele jogou pela seleção portuguesa 64 vezes, tendo marcado 41 gols.

Nenhum outro jogador, nem Di Stefano e nem Maradona, chegaram tão perto de ser comparado a Pelé. Nenhum outro jogador chegou ao ponto de ser colocado até como um gênio da bola, maior que o Rei.

Isso não é pouca coisa para um futebolista clássico como foi Eusébio, que apesar de ter nascido em Moçambique, colocou Portugal no mapa da bola para sempre e ninguém foi capaz de superar seus feitos ou sua idolatria em terras lusitanas.

Atacante do clube Benfica, onde atuou durante 15 anos, ele jogou em 745 partidas profissionais, tendo marcado 733 vezes.

Eusébio foi destaque na vitória do Benfica na Liga dos Campeões da UEFA, em 1962, tendo perdido o campeonato seis anos depois quando seu clube enfrentou Manchester United na final, em Wembley.

Em 1965 ele ganhou o título de melhor jogador europeu e se consagrou um ano depois na Copa do Mundo, na Inglaterra, em que foi o artilheiro do campeonato, com nove gols.
Leia mais: Morre Eusébio, lenda do futebol português - Terra Brasil

Redes Sociais